Tecnologia Quântica. Afinal, o que é isso?

Muito se fala nisso, mas muita gente nem tem ideia do que é, quanto menos para que serve. Então vamos lá, dar uma navegada por essas profundezas. Primeiro de tudo, é bom sabermos que é um ramo da ciência que estuda os fenômenos que ocorrem em escalas muito, mas muito pequenas, como átomos e partículas subatômicas.

Essa ciência estuda o comportamento dos elétrons, fótons e dos átomos – aquilo que aprendemos na escola, lembra?. São partículas que podem ter propriedades estranhas, como estar em dois lugares ao mesmo tempo, ou se comunicar instantaneamente à distância. Usando essas propriedades, as tecnologias quânticas podem realizar tarefas que seriam praticamente impossíveis com as tecnologias convencionais.

Ela poderia ser aplicada em quase tudo que existe dependendo das ferramentas a serem utilizadas. Na computação, por exemplo, ela impacta diretamente no armazenamento, processamento e transmissão de dados, podendo resolver problemas complexos que demandam muito tempo e recursos utilizados pela computação clássica, como criptografia, otimização, inteligência artificial, simulação e pesquisa científica. E de quebra, pode oferecer vantagens em termos de velocidade, precisão, segurança e eficiência energética gigantescamente além do normal. 

Possivelmente, com essa tecnologia, conversas e transmissões de vídeos entre pessoas não teriam sequer um mínimo atraso ou alteração. Um robô médico controlado a distância seria tão eficiente quanto presencialmente.

As inteligências artificiais poderiam ter acesso instantâneo a centenas de trilhões de dados digitais do mundo todo e responder ou solucionar problemas e questões de forma imediata. Embora não pareça, hoje ainda há um atraso de cerca de dois anos nas informações dessas IAs. Os carros e IOTs (Internet das Coisas) praticamente poderiam conversar entre si em tempo real, proporcionando ainda mais autonomia e segurança para essas máquinas.

Outras áreas sensíveis também poderiam se beneficiar, como a geração de energia limpa e eficiente, através do desenvolvimento de materiais e dispositivos quânticos avançados. No futuro, ela poderá ter um nível de importância beirando algo indispensável para manter os níveis de carbono no ar controlados e garantir a sustentabilidade de forma geral do planeta.

E também nos transportes, que poderão ser muito mais eficientes. A tecnologia quântica avançada poderia contribuir para nas áreas de logística, possibilitando soluções bem diferentes das que temos hoje.

Em resumo, o futuro com a tecnologia quântica avançada pode trazer inúmeras possibilidades de avanços e melhorias em diversos aspectos da vida cotidiana, contribuindo para um mundo mais seguro, eficiente e sustentável.

Estudos e experiências neste setor estão sendo realizadas atualmente em várias partes do mundo, nos principais centros de pesquisa do planeta. Segundo os cientistas, a tecnologia quântica será realmente essencial em algum momento no futuro.

Tomara que façam bom uso!

Por: Cassio Betine

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Get Free Quote